Oba! Amanhã vai ter vídeo novo no canal!

Sim!
Depois de um longo tempo sem postar com as #coloridas em meu canal no youtube, amanhã vai ter vídeo especial com as Blythes e com as Moranguinhos!

Não deixe de assistir, os novos vídeos entram toda terça-feira, às 8h.
No canal já tem muitos outros vídeos, como esse abaixo.
Inscreva-se e siga meus vídeos também. 😀
Na playlist “Bonecas Colecionáveis” têm muitos outros vídeos como esse abaixo.

Boneca da Semana – Licca Vintage


Boneca da semana, minha Licca vintage

Consegui achar no site ebay essa Licca Vintage, dos anos 70/80, da segunda ou terceira geração em ótimo estado.

A vendedora, dos EUA, não deu mais informações, mas me parece que o cabelo foi refeito.

De todo modo, ela está ótima, faltam os brincos e ela tem uma manchinha no braço, aparentemente tinha uma pulseira ou algo no local.

Separei alguns ítens de outras bonecas que acredito ficarão legais para ela. Mas pretendo conservá-la assim, com o vestido que veio com ela, que é bem da época.

E só por curiosidade, eu tenho uma Licca bem mais recente, acho que é de 2012 ou 2013…

Eu a comprei quando comecei a colecionar as Blythes, justamente porque queria entender as diferenças dos corpinhos e conhecer uma Licca original, já que tantas Blythes customizadas vêm com os corpinhos de Licca.

Ela é bonitinha, sem dúvida… mas minha Licca vintage é muito mais!
Eu acho!

Boneca da Semana – Diana

E hoje vou cantar a história dessa boneca tão especial, minha Diana.

A Diana foi customizada assim, com novo cabelo, novos olhinhos e nova saia, pintada por mim, especialmente para a exposição “Casa das Bonecas do Brasil”, que está acontecendo essa semana na feira Brazil Patchwork Show, que é também a Brazil Scrapbooking Show, aqui em São Paulo.

Como vocês sabem eu não sou bonequeira, e nem costuro, apenas “me viro”. Mas recebi o convite da querida Rita Paiva, editora de revista Make, e como nunca recuso um convite dela, me aventurei a participar customizando essa linda boneca, que foi feita pelo Cardume de Mães, do Projeot Arrastão, uma ONG que desenvolve a economia solidária entre mães e artesãs.

Eu pedi que elas criassem essa boneca em 2009, para um evento que eu iria participar, a festa de 10 anos de TV da Ana Maria Braga.

Originalmente ela tinha cabelos amarelos com tranças presas em coques laterais, e outra carinha, além de outra saia, que eu havia customizado com apliques de tecido pintado.


Aqui estou eu, em 2009, durante a gravação do programa, customizando as minhas bonecas.
Essa foto é da querida Paula Bars, que também estava participando do programa.

Bem, o tempo passou, eu guardei uma dessas bonecas para mim, voltei a colecionar bonecas, tenho agora esse canal e meus vídeos para falar delas e, enfim, a Diana nasceu.

Para participar dessa exposição, resolvi mudar um pouco a boneca, deixá-la com uma carinha mais “do meu jeito”, além de prestigiar um trabalho que gosto muito, que é a pintura floral no estilo Bauernmalerei, técnica que usei para pintar sua saia.

E mudei seu cabelo, por um “cabelão” de lã meio ruivo, que sempre foi minha cor preferida de cabelo de bonecas…

Também bordei de novo seus olhinhos, ficou com uma carinha nova.
E escolhi esse nome forte, Diana, porque acredito muito na força das meninas, das mulheres, e para mim nada é mais significativo que uma boneca.

Em toda minha vida, sobretudo em minha infância, as bonecas me acompanharam, e sempre foram minha melhor companhia… Para uma menina que preferia brincar sozinha e soltar a imaginação, as bonecas eram minhas melhores amigas, de verdade.


Eu e a agora “Diana”, na exposição Casa das Bonecas Brasileiras, que aconteceu esse mês de abril aqui em São Paulo, com curadoria de Rita Paiva.

Fiquei muito feliz em participar dessa exposição, lá estavam bonecas incríveis, de bonequeiras muito talentosas e que eu admiro demais!
Foi emocionante! Participamos de uma conversa com a querida Rita Paiva, e todas fomos às lágrimas, literalmente, ao falarmos de nossas bonecas e o que elas significam para nós.
Como sempre digo, coisa boa!


Rita Paiva durante a conversa…

Eu não vou conseguir colocar legenda em todas as fotos, mas segue abaixo um mosaico com as bonecas da exposição. Foi linda!

Minhas Morangas-Bichinhos – Boneca(s) da(s) (próximas) semana(s)

Hoje vou mostrar uma coleção muito especial para mim.
Na verdade, relembrar…

Isso porque elas já tiveram até um vídeo especial em meu canal Cores da Cris, e que vou postar logo mais abaixo.
Seguem minhas moranguinhos-bichinhos, uma coleção de Morangas com lindos roupas e acessórios criados pela querida Fátima da Silva, inspirados em serigrafais do meu ateliê

No vídeo eu conto toda história dessa criação, e ainda mostro como fazer as caixas-molduras para elas. E a partir de hoje, a cada semana, vou mostrar uma delas em destaque.

O destaque de hoje é minha morango-passarinha, baseada em uma das serigrafias que mais gosto.

O vídeo completo você pode assistir abaixo.
Espero que gostem!

Boneca (s) da Semana – As tão esperadas Anacardias…

Para a terceira e quarta semanas de janeiro (dos dias 14 10 27/01), as bonecas que eu havia fotografado (e que ainda não tinha tempo de postar aqui, com texto e tudo mais), foram as fofas Cidreira e a Gengibre, criações lindas em tecido, desenhadas e produzidas pelo ateliê Anacardia.


Cidreira e Ginger

Essas fofas chegaram em minha coleção em dezembro de 2017, e foram meu presente de Natal “de mim para mim mesma”, como eu já disse.

Eu desejei muito essas pequenas…

A Anacardia é o nome do ateliê da Ana Carolina, que junto com sua mãe cria coisas lindas…
Ela desenha, pinta aquarelas, faz ilustrações e peças delicadas e lindas, sempre com suas bonequinhas e bonequinhos encantadores.

Em 2016 já tinha conseguido comprar um colar fofo com uma bonequinha feito por ela, em sua loja no site etsy.com, mas estava mesmo sonhando com as bonecas.

Como já contei aqui, bonecas de pano já foram a “minha coleção”, e as da Anacardia são muito fofas!

Na metade do ano passado ela produziu algumas, mas eu não consegui comprar… cheguei tarde.
Dessa vez eu fiquei acompanhando tudo em sua página no facebook, e quando ela colocou mais três de suas criações a venda, consegui ficar com essas duas.

Eu queria conseguir uma só que fosse… mas aí estava lá, comprei uma, e logo em seguida, a outra. Fiquei acompanhando na loja, no horário, a atualização, como ela havia anunciado.
E como vi que daria para ficar com as duas, não deixei a oportunidade passar. Afinal, tenho uma coleção, não é mesmo?


Cidreira e seu pequeno enxoval…


Gengibre, ou Ginger, como eu a chamo carinhosamente…

Hoje posso garantir, elas são muito especiais em minha coleção.
Estão comigo no ateliê, e já encomendei da minha querida Fátima da Silva (veja o primeiro post do meu blog) lindas criações para o enxoval delas, peças que eu pretendo personalizar.

Só posso dizer uma coisa: elas são um sonho!

Feliz Natal com bonecas, claro!

Sim, Natal tem que ter bonecas…

Natal é uma festa boa para estarmos em família, e quando se é criança, não dá para evitar a euforia em torno da troca de presentes, das festas que parecem intermináveis (e que passamos o ano todo esperando), dos parentes que a gente reencontra e das comidas especiais, com gostinho de festa…


Minha Holala Ann e seu vestido de Natal.

Tenho muitas lembranças da infância nessa época, e como Natal e Ano Novo são festas que, para nós, coincidem com as férias e as viagens de verão, são períodos que rendem muitas saudades…

Lembro da expectativa que ficávamos assim que saíamos de férias, e meus pais, para nos manter – eu e meus irmãos – ocupados, organizava um “concurso de enfeites de Natal”, uma das minhas primeiras experiências com os trabalhos manuais…

Me lembro também que era época da minha mãe tirar e colocar coisas bacanas da parte de cima de seus armários. Era lá que ficavam a nossa árvore de Natal e seus enfeitas, que ela descia para arrumarmos na sala, e no espaço vazio que ficava no armário era onde ela guardava nossos presentes, que eram entregues apenas na manhã do dia 25 de dezembro, mas que a gente arranjava um jeito de ficar espiando quando ela não estivesse por perto…

Lembro das comidas gostosas que só tínhamos nessa época, como as frutas e os assados cheirosos… Das frutas, até hoje lembro a delícia que era provar as primeiras uvas rosadas, que, para mim, até hoje, têm gostinho de Natal…

Lembro da ansiedade para ganhar a boneca que eu havia pedido naquele ano. Sempre era uma boneca, claro… e a gente ganhava só dois presentes por ano, no aniversário e no Natal, então a ansiedade era grande.

E lembro da alegria de sair para as férias no sítio do meu avô, levando algumas bonecas, claro, mas quase nunca as mais novas, e certamente nunca as que eu ganhava no Natal, porque essas minha mãe cuidava para que eu não estragasse, e só podia brincar com ela em casa, quando pedia para ela tirar a caixa lá do alto do armário.


Nina, também vestida para o Natal.

O tempo foi passando, algumas coisas foram mudando.
Não fazíamos mais o concurso de Natal, eu e meus irmãos arrumávamos os enfeites, já não tínhamos o sítio do meu avô e até as festas mudaram de endereço.

Mas eu ganhei uma boneca no Natal dos meus pais até meus 19 anos. Foi só quando me casei e saí de casa é que essa tradição se perdeu.

Muito mais coisas aconteceram, as festas mudaram, eu já era mãe, agora os brinquedos não eram para mim.


Cidreira, também da Anacardia, veio junto com a Gengibre, fazer parte de minha coleção.

Mas depois de um bom tempo em que – aparentemente -eu me esqueci que gostava de bonecas e de brincar, encontrei um jeito de trazer de volta as bonecas para minha vida.
Já adulta, passei a colecioná-las.

E hoje ganho de presente bonecas no Natal novamente, mas agora sou eu mesma quem me presenteio. Quer coisa melhor que isso?

Acho que a gente têm que procurar se cercar de tudo que gosta, sempre, em todas as fases de nossa vida, e sempre que possível. Hoje eu tenho esse blog, um canal para falar de bonecas colecionáveis e do que elas significam para mim. Quer coisa melhor?

Presentão meu, para mim mesma!
Feliz Natal, gente! <3
Gengibre, linda boneca de pano do ateliê Anacardia que me dei de presente esse ano, junto com a Cidreira.

REvista das Blythes – Conhecendo melhor a boneca Holala Bobo Ann


A boneca Bobo Ann, também conhecida como Holala, é uma fofa, criada por uma artista para lea de especial na China.
A Jenny Hi, que criou a Holala, já criava para Blythes e outras bonecas, e desenhos essa bonequinha simpática, bem vintage, com uma carinha apaixonante…

A chegada da Holala por aqui foi tão especial, que até rendeu um vídeo, que está lá no Canal das Blythes no Youtube, e que você pode assistir clicando acima ou no link abaixo.

Mas hoje eu quero mostrar um pouco mais da Holala, comprando-a com outras bonecas colecionáveis.

Como vocês podem ver na foto abaixo, a Holala tem a mesma altura das Middie Blythes (20 cm de altura), mas ela é mais “cheinha”.

Realmente os tamanhos são bem aproximados, mas ainda assim elas têm diferenças.

O formato dos corpinhos é a maior delas.
A Middie tem o corpo mais acinturado e com seios, a Holala tem um corpo mais de menina, reto.

Por isso as roupas de Middie Blythe não servem para ela. Acredito que apenas roupas mais folgadas e sem mangas devem funcionar, mas ainda não testei nenhuma que desse certo.

Calcinhas de Blythe servem para a Holala, como se pode ver na foto abaixo, e a touca de Middie também serve bem para ela.

E comparando com as Neo Blythes, as roupas das Blythes servem melhor.

Vejam um exemplo: abaixo, minha Blythe Candice, customizada pela Lilitix, veste um lindo vestido da M&M Dolls.

E o mesmo vestido serve para a Holala, mas fica mais comprido, como se nota abaixo.

O vestido da Holala também serve na Blythe, embora fique bem curtinho.
E elas usam o mesmo tamanho de sapatos.

Também podemos notar que a Holala é muito fotogênica…
Seu plástico não é tão brilhante quanto o das Blythes stock, por isso mesmo sem verniz mate ou customização ela sai lindinha no foto. E o melhor: como seu corpo e cabeças têm proporções mais equilibradas, ela fica de pé sozinha. Uma vantagem na hora de fazer as poses.

A Bobo Ann já posou para fotos e vídeo lá no ateliê, e já encomendei um enxoval novo e exclusivo para ela com a querida Fátima da Silva, que já passou aqui pelo Canal em um post bem bacana que você pode ver aqui.

E naturalmente logo, logo vou mostrar as criações aqui para vocês.
Continuem acompanhando o canal!