Boneca da Semana – Licca Vintage


Boneca da semana, minha Licca vintage

Consegui achar no site ebay essa Licca Vintage, dos anos 70/80, da segunda ou terceira geração em ótimo estado.

A vendedora, dos EUA, não deu mais informações, mas me parece que o cabelo foi refeito.

De todo modo, ela está ótima, faltam os brincos e ela tem uma manchinha no braço, aparentemente tinha uma pulseira ou algo no local.

Separei alguns ítens de outras bonecas que acredito ficarão legais para ela. Mas pretendo conservá-la assim, com o vestido que veio com ela, que é bem da época.

E só por curiosidade, eu tenho uma Licca bem mais recente, acho que é de 2012 ou 2013…

Eu a comprei quando comecei a colecionar as Blythes, justamente porque queria entender as diferenças dos corpinhos e conhecer uma Licca original, já que tantas Blythes customizadas vêm com os corpinhos de Licca.

Ela é bonitinha, sem dúvida… mas minha Licca vintage é muito mais!
Eu acho!

Vi e Gostei – Bonecas da Tácon

Cora passando para dizer que está conhecendo meu ateliê…
E eu estou passando para dizer que vi e gostei muito das lindas criações do Tácon.

Ela é uma linda menina do ateliê Tácon, da Ana Luiza.

Eu já conhecia o trabalho dela, afinal, tenho a Valentina, que já mostrei aqui…
E me apaixonei por sua boneca Cora Coralina, na exposição de bonecas do Brasil, organizada pela Rita Paiva na feira de Scrap e Patchwork.

Então eu encomendei uma Cora para mim, de olhinhos abertos e que possa trocar de roupa, ou seja… vem brincadeira por aí! Coisa boa!

Boneca da Semana – Ballok

Minha Ballok, uma CWC Circus Zinochika custom por Pliskytrix.

A Ballok tem uma história curiosa, eu a adotei de uma colecionadora na França, ela levou quase 6 meses para chegar, e eu já dava como perdida…
Depois que ela chegou a moça que me vendeu disse que ela era bonita, mas não muito fácil de fotografar. Como assim??? Eu não fiz nada, só tirei a foto dela! 😉 🙂


E, por fim, Balook no ateliê Cores da Cris.

Vi e Gostei – A família Anacardia

Hoje vai ter post Vi e Gostei aqui no minha REvista das Blythes, o Canal das Blythes.

Eu já mostrei aqui para vocês minhas lindas Ginger e Cidreira, bonecas de pano maravilhosas feitas pela Ana Carolina, do ateliê Anacardia.

E semana passada a família das minhas Anacardias aumentou, com mais umas pequenas que chegaram por aqui…

Elas são mini-bonequinhas para a gente brincar, decorar, sonhar… e usar como colar, se a gente quiser.

Elas vêm em lindas casinhas de madeira, e eu já tinha uma delas, a minha primeira Anacardia, que chegou para mim em 2016…


Minha primeira mini-boneca, e minha primeira Anacardia. Ela não veio com um nome, e eu a chamei de Brigite.

E agora minha pequena “cidade” com suas casinhas e moradoras cresceu! Coisa boa!


As meninas e suas casinhas…

É uma mais lindinha que a outra, e imaginem, uma delas ainda veio com uma mini-mini bonequinha… Que sonho!


Essa é a Lilli…


Essa é a Klein…


E essa é a Lucy.

E a Anacardia ainda manda uns pacotinhos muito fofos, tudo vem embalado e decorado assim, um sonho! E com presentinhos…


O pacote…


Pacotinhos…


E os presentes, um caderninho e um mini-mini livrinho, além de um lindo postal com uma aquarela da Ana Carolina, e um cartão fofo!

Vi e gostei o trabalho dela desde o primeiro momento. E recomendo que você a siga no facebook, lá ela avisa de suas novas criações, que são super concorridas.
Ela tem uma loja no Etsy, e foi lá que eu comprei minhas Anacardias. 😀

Boneca da Semana – A Nina, claro!

A Nina foi minha primeira Blythe, então ela é, e sempre será… bem, a Nina!

A nina é uma factory da Urban Cowgirl que eu adotei de uma colecionadora qui de São Paulo, no dia 10 de setembro de 2013. Ela foi customizada pela Zuzana, do Blytheadore.

Seu nome original, que a Zuzana escolhei para ela é Erin. Mas eu a chamei de Nina, e ela ee a minha Nina! E ela veio com esse vestidinho azul, a touca e o coelhinho.

Eu me apaixonei por essa carinha fofa dela, e fiquei alguns dias só olhando para ela.
De verdade!

Quando ela chegou, fiquei meio hipnotizada… Acho que eu não tinha tanta noção do quanto essas pequenas #coloridas iriam mudar as coisas por aqui. 😀


Ela tem pequenas libélulas nas pálpebras.

Eu ainda pretendo gravar um vídeo explicando o que é isso de factory, tbl, stock…
O fato é que a Nina veio porque eu estava muito ansiosa, e queria logo pegar uma Blythe nas minhas mãos. Eu não escolhi a Nina, ela apareceu para mim… E acho que é isso que faz dela tão especial.


E seus pullrings são fofos!

E como a Nina é muito especial, ela ganho foto montagem em meu ateliê Cores da Cris, exclusiva em um dos meus painéis pintados (foto abaixo).

Adorei fotografar mais uma vez a Nina em meu ateliê!

Boneca da Semana – Diana

E hoje vou cantar a história dessa boneca tão especial, minha Diana.

A Diana foi customizada assim, com novo cabelo, novos olhinhos e nova saia, pintada por mim, especialmente para a exposição “Casa das Bonecas do Brasil”, que está acontecendo essa semana na feira Brazil Patchwork Show, que é também a Brazil Scrapbooking Show, aqui em São Paulo.

Como vocês sabem eu não sou bonequeira, e nem costuro, apenas “me viro”. Mas recebi o convite da querida Rita Paiva, editora de revista Make, e como nunca recuso um convite dela, me aventurei a participar customizando essa linda boneca, que foi feita pelo Cardume de Mães, do Projeot Arrastão, uma ONG que desenvolve a economia solidária entre mães e artesãs.

Eu pedi que elas criassem essa boneca em 2009, para um evento que eu iria participar, a festa de 10 anos de TV da Ana Maria Braga.

Originalmente ela tinha cabelos amarelos com tranças presas em coques laterais, e outra carinha, além de outra saia, que eu havia customizado com apliques de tecido pintado.


Aqui estou eu, em 2009, durante a gravação do programa, customizando as minhas bonecas.
Essa foto é da querida Paula Bars, que também estava participando do programa.

Bem, o tempo passou, eu guardei uma dessas bonecas para mim, voltei a colecionar bonecas, tenho agora esse canal e meus vídeos para falar delas e, enfim, a Diana nasceu.

Para participar dessa exposição, resolvi mudar um pouco a boneca, deixá-la com uma carinha mais “do meu jeito”, além de prestigiar um trabalho que gosto muito, que é a pintura floral no estilo Bauernmalerei, técnica que usei para pintar sua saia.

E mudei seu cabelo, por um “cabelão” de lã meio ruivo, que sempre foi minha cor preferida de cabelo de bonecas…

Também bordei de novo seus olhinhos, ficou com uma carinha nova.
E escolhi esse nome forte, Diana, porque acredito muito na força das meninas, das mulheres, e para mim nada é mais significativo que uma boneca.

Em toda minha vida, sobretudo em minha infância, as bonecas me acompanharam, e sempre foram minha melhor companhia… Para uma menina que preferia brincar sozinha e soltar a imaginação, as bonecas eram minhas melhores amigas, de verdade.


Eu e a agora “Diana”, na exposição Casa das Bonecas Brasileiras, que aconteceu esse mês de abril aqui em São Paulo, com curadoria de Rita Paiva.

Fiquei muito feliz em participar dessa exposição, lá estavam bonecas incríveis, de bonequeiras muito talentosas e que eu admiro demais!
Foi emocionante! Participamos de uma conversa com a querida Rita Paiva, e todas fomos às lágrimas, literalmente, ao falarmos de nossas bonecas e o que elas significam para nós.
Como sempre digo, coisa boa!


Rita Paiva durante a conversa…

Eu não vou conseguir colocar legenda em todas as fotos, mas segue abaixo um mosaico com as bonecas da exposição. Foi linda!

Bonecas da Semana – Minha coelhinha e a raposinha

Na semana da Páscoa eu não poderia deixar de postar minha coelhinha…


Minha Moranga-coelhinha

E a raposinha…


E a Raposinha-Moranga

E para quem não acompanhou desde o começo dessas postagens, todas as roupinhas das minhas Morangas-bichinhos foram feitas pela querida Fátima da Silva, uma artesã de mão cheia e colecionadora de bonecas muito querida de Florianópolis, SC.


E aqui todas juntas.